Os fortes aceitam responsabilidade

12 nov 20180 Comentários

Se julgarmos como boas e más apenas as coisas que estão no poder de nossas próprias escolhas, então não há espaço para culpar deuses ou sermos hostis aos outros.

MARCO AURÉLIO, MEDITAÇÕES, 6.41

Poderia parece que há uma contradição entre a ideia de aceitar as coisas que não podemos mudar e a de abraçar a responsabilidade. Mas lembremos que, nosso interior, nossas atitudes e como reagimos ao que nos acontece, está dentro de nossa pequena área de controle, enquanto culpabilizar os outros e querer que eles mudem (de fato responsabilizar eles) está fora.

Culpabilizar os outros (Deus, o governo, os vizinhos, etc.) das coisas ruins que acontecem conosco é muito confortável. Primeiro porque esta atitude oferece uma explicação, algo do que o cérebro da gente precisa muito (e se não acha ele inventa) e segundo porque nos libera do peso de termos que agir. Mas esta atitude é muito perigosa e perniciosa para nós. Se colocamos nos outros a responsabilidade de tudo que acontece conosco, estamos de fato deixando que a mudança aconteça somente se os outros quiserem e do jeito que os outros quiserem.

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Junte-se a mais de 1.000 assinantes e receba o melhor conteúdo para investir seu tempo e seu dinheiro

Receba o checklist via e-mail

Receba o checklist via e-mail

Muito obrigado! Você receberá um email de confirmação e depois será redirecionado à página de download.

Share This