Não se preocupe por mim, estou apenas morrendo devagar

2 dez 20180 Comentários

“Deixe que cada coisa que você faça, diga ou pretenda seja como a de uma pessoa que está morrendo.”

MARCO AURÉLIO, MEDITAÇÕES, 2.11.1

Uma manhã, quando estava no último ano de faculdade, um amigo me ligou para me dizer que outro amigo nosso acabava de morrer. O nome dele era Iván, mas todos chamávamos ele de Conan, porque era um cara muito forte. Tínhamos 23 anos e estávamos no final do curso de engenharia industrial, um curso muito duro de 6 anos de duração, que exigiu muitas renuncias e muita dedicação. No dia anterior à sua morte ele estava sentado do meu lado na sala de aula e me contava que sua namorada, Raquel, que estava estudando na Irlanda, estaria vindo logo para ver ele. Eles nunca se reencontraram e a seguinte vez que eu vi a Raquel foi no velorio do meu amigo.

Aquele dia, foi a primeira vez na minha vida em que fui consciente de que meu tempo podia acabar sem prévio aviso. E o fato é que um dia isso vai acontecer com todos nós. Todos que estamos vivos vamos morrer. Com essa perspectiva fica mais fácil escolhermos o que vamos pensar, fazer e dizer hoje.

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Junte-se a mais de 1.000 assinantes e receba o melhor conteúdo para investir seu tempo e seu dinheiro

Receba o checklist via e-mail

Receba o checklist via e-mail

Muito obrigado! Você receberá um email de confirmação e depois será redirecionado à página de download.

Share This